Últimos assuntos
» Chalé de Hefesto
Sex Jun 06, 2014 7:10 pm por Tommen R. Botwin

» Quarto de Kingston Cipriano
Sex Maio 09, 2014 6:37 pm por Acampamento Meio RPG

» We have good news... Or bad news?
Qua Maio 07, 2014 9:34 pm por Haymitch L. Nikolaevna

» [RP Atemporal] Tell me..
Sab Maio 03, 2014 10:38 pm por Alistair T. Frost

» [RP] Hello Stange
Qui Maio 01, 2014 7:33 pm por Arya J. Markinovich

» Are now two dogs?
Ter Abr 29, 2014 11:38 pm por Richard F. Boucher

» Garagem
Ter Abr 29, 2014 9:18 pm por Acampamento Meio RPG

» Tasha's Room
Ter Abr 29, 2014 9:18 pm por Acampamento Meio RPG

» Nome's room
Ter Abr 29, 2014 9:16 pm por Acampamento Meio RPG

» Nome's room
Ter Abr 29, 2014 9:16 pm por Acampamento Meio RPG

» Nome's room
Ter Abr 29, 2014 9:16 pm por Acampamento Meio RPG

» Vincent's room
Ter Abr 29, 2014 9:16 pm por Acampamento Meio RPG

» Tommen's room
Ter Abr 29, 2014 9:15 pm por Acampamento Meio RPG

» Isabelle's room
Ter Abr 29, 2014 9:14 pm por Acampamento Meio RPG

» Madeleine's Room
Ter Abr 29, 2014 9:14 pm por Acampamento Meio RPG

» Charlotte's Room
Ter Abr 29, 2014 9:13 pm por Acampamento Meio RPG

» Akkie's Room
Ter Abr 29, 2014 9:12 pm por Acampamento Meio RPG

» Antoni's Room
Ter Abr 29, 2014 9:11 pm por Acampamento Meio RPG

» Biblioteca
Ter Abr 29, 2014 9:10 pm por Acampamento Meio RPG

» Varanda
Ter Abr 29, 2014 9:03 pm por Acampamento Meio RPG


We have good news... Or bad news?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

We have good news... Or bad news?

Mensagem por Gaspard B. Kauffman em Qui Abr 17, 2014 8:09 pm



Marriage and Babies
Não é que Gaspard estivesse com medo, ele só não queria contar que havia casado em Las Vegas e que sua mulher estava grávida de gêmeos. Ele conseguia prever perfeitamente a reação que o Haymitch teria ao receber as noticias. Com um suspiro ele pegou o telefone e sentou na cama enquanto discava para o homem.

- “Alô? Haymitch? É o Gaspard... Sim, esse mesmo, o garoto Kauffman.” – O moreno precisou reprimir um suspiro e coçou a nuca. - "Imagino que esteja em casa... Bom, eu e a Johanna vamos passar ai agora, ok? Precisamos conversar com você e ela acha melhor que seja pessoalmente. Assim que ela trocar de roupa nos aparecemos ai. Tchau.”

Ele respirou fundo e jogou o telefone para o lado. Havia tido um dia complicado no restaurante e para fechar com chave de ouro teria que terminar o dia contando a notícia adorável para Haymitch. Sim... A noite seria realmente longa. O garoto levantou e pegou a gravata, colocando-a novamente no pescoço. Passou pelo banheiro e comentou:

- “Troque de roupa, Haymitch tá em casa e vamos lá agora. Conseguiu, ele vai pendurar meu couro na frente da casa e eu que marquei o encontro.” - Gaspard não esperou resposta e desceu as escadas, indo para a adega. Passou a mão no rosto e tentou lembrar qual era o tipo de bebida preferida do tio da garota. Revisou na mente todas as três vezes que havia visitado ele e então se lembrou de que ele sempre estava bebendo um copo de Whisky. O moreno levou quase cinco minutos para decidir qual era a melhor garrafa e por fim pegou a que julgou ser a melhor para então voltar para o primeiro andar e entrar no carro, esperando a garota.
@TPOTBR - Usando Isso
avatar
Gaspard B. Kauffman
Gaspard

Gaspard


Perfil Meio RPG
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Experiência:
0/500  (0/500)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: We have good news... Or bad news?

Mensagem por Haymitch L. Nikolaevna em Qui Abr 17, 2014 8:35 pm

family duty honor
Mansão Nikolaevna
DESCONHECIDO foi o que apareceu no visor do celular. Quem poderia ser? Assim que atendeu o celular, Haymitch perguntou-se como diabos aquele garoto tinha seu número pessoal. Não gostara nada nada disso, mesmo que Johanna tivesse dado. Logo após desligar o celular, passou alguns minutos na sacada do quarto de casa, observando o imenso jardim da mansão, enquanto se perguntava o que era tão importante. Casamento? Eles já sabiam sua opinião sobre tal assunto. Argh... Suspirava e cerrava os dentes, tentando controlar os nervos, já sabendo que boa coisa não podia ser.

Depois de um longo banho quente e se trocar para roupais casuais, desceu as escadas, esperando já encontrar  Gaspard e Johanna. Sem sucesso, se serve de whisky e pede alguns petiscos para uma das empregadas. Ainda intrigado em tentar descobrir o assunto da conversa. Logo que é servido pela empregada, senta-se em um das poltronas da sala de estar, bebendo o terceiro copo da bebida.

USANDO
avatar
Haymitch L. Nikolaevna
ADULT. Humanos

ADULT. Humanos


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: We have good news... Or bad news?

Mensagem por Johanna N. Kauffman em Qui Abr 17, 2014 8:59 pm


Papa Don't Preach
✖Usando:isso+ o casaco de pele

A água quente do chuveiro batia contra o chão há pelo menos meia hora. Mas Johanna não parecia ter a mínima intenção de entrar no Box, o banheiro já estava cheio de vapor que havia embaçado os espelhos e janelas do recinto, mas a garota continuava sentada no chão com a cabeça apoiada na parede, pensando em como o vapor quente aliviava a pontada aguda de dor. Os cabelos curtos se encontravam úmidos e ondulados com as pontas tocando seus ombros e fazendo cócegas. Um suspiro curto saiu de seus lábios, mas ela não se levantou ou fez menção de desligar o chuveiro, mesmo depois de ouvir a voz do marido do lado de fora. E nem depois que o mesmo chamou sua atenção para o fato de irem à casa do “pai”. – É... Ta, já vou. – Outro suspiro escapou dos lábios de Johanna enquanto ela se apoiava na parede e se levantava desligando o chuveiro e encarando a barriga de seis messes – Bom, eu vou esconder vocês e torcer para que Haymitch não me mate.  

Não que ela acreditasse que Haymitch fosse matá-la, mas com toda certeza ele iria surtar com o fato dela agir pelas suas costas. Haymitch odiava quando alguém fazia isso, e a morena até podia ouvir a voz do tio dizendo que era tudo culpa de Gaspard e que ele a tinha transformado em alguém imprudente e desobediente. No fundo da mente de Johanna algo dizia que era verdade, mas ela não se importava realmente. Por isso apenas se arrumou com um vestido bem rodado que escondia a barriga e um casaco de pele por cima. Tirou a aliança do dedo e a enfiou na bolsa enquanto se maquiava e ajeitava o cabelo. E enfiava os saltos nos pés, mesmo sabendo que teria que ouvir Gaspard reclamando do fato de ela usá-los. A garota respirou fundo e desceu as escadas com lentidão não dando a mínima para o fato de que tecnicamente estava atrasada para o compromisso. Abriu a porta de casa e olhou o garoto dentro do carro – Quanta gentileza que fui arranjar – Bufou e fechou a porta de casa andando até o carro e entrando nele batendo a porta com força – Já vou avisando, eu vou salvar a minha pele primeiro se alguma coisa acontecer. – Olha o garoto – Tira essa gravata, fica só com o terno.



We <3 Queen Luh

avatar
Johanna N. Kauffman
Johanna

Johanna


Perfil Meio RPG
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Experiência:
0/500  (0/500)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: We have good news... Or bad news?

Mensagem por Gaspard B. Kauffman em Qui Abr 17, 2014 10:12 pm



Marriage and Babies
Gaspard estava realmente concentrado no que diria para Haymitch e por isso esqueceu de fazer algo que fazia sempre que Johanna ia entrar no carro, que era abrir a porta. Só depois que a morena entrou que ele se deu conta do erro que havia cometido. Permaneceu de olhos fechados ao ouvir a porta do carro batendo. Murmurou um desculpa e respirou fundo ates de abrir os olhos e a observar.

- "Ele vai me matar da maneira mais lenta..." - Rolou os olhos com o comentário dela e observou os dedos e os pés dela. - "Gostei da roupa, mas acho que deveria ir com o anel e sem os saltos. Sabe que é ruim para você usar eles nessa parte da gravidez e não vou tirar minha aliança só pra agradar ele. " - O garoto murmurou mais para si mesmo do que para ela enquanto tirava a gravata e a jogava para o banco de trás, resmungando sobre o quanto odiava aquela coisa.

- "Eu estou levando uma garrafa pra ele... E já vou falando que se ele falar de mais, não vou me segurar e vou partir pra cima dele." - Gaspard parecia perdido em seu nervosismo enquanto ligava o carro e o guiava para o portal. - "Tá, eu sei que não vou fazer isso." - Ele murmurou enquanto estacionava na frente da mansão e saia do carro, indo abrir a porta para ela e oferecendo o braço. - "Desculpe por antes, eu estava nervoso e não pensando... Boa sorte pra nós quatro."
@TPOTBR - Usando Isso

avatar
Gaspard B. Kauffman
Gaspard

Gaspard


Perfil Meio RPG
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Experiência:
0/500  (0/500)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: We have good news... Or bad news?

Mensagem por Haymitch L. Nikolaevna em Qui Abr 17, 2014 11:06 pm

family duty honor
Mansão Nikolaevna
Antes de se servir do quinto copo de whisky, Haymitch recebe o aviso de que seus “convidados” haviam acabado de chegar. Volta a se levantar e retira um dos quadros da parede, revelando um cofre digital. Digita a senha de sete dígitos pacientemente. Assim que abre, retira uma maleta metálica de dentro, abrindo a mesma, com outros dígitos de senha. Tira de dentro duas pistolas, douradas. Observa ambos os canos dos revólveres e logo coloca um sobre a mesinha ao lado da poltrona, e o outro na cintura, na parte de trás da calça. Serve-se de mais whisky e volta a se sentar, observando as escadas, com as mão a frente do rosto, cotovelos apoiados nos joelhos e os dedos entrelaçados, uma expressão pensativa.

USANDO
avatar
Haymitch L. Nikolaevna
ADULT. Humanos

ADULT. Humanos


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: We have good news... Or bad news?

Mensagem por Johanna N. Kauffman em Qui Abr 17, 2014 11:19 pm


Papa Don't Preach
✖Usando:isso+ o casaco de pele

Johanna rolou os olhos - Por favor, fica quieto. – A garota murmurou em voz baixa passando a mão na testa, não queira pensar no tio e o marido brigando novamente, mesmo que fosse quase inevitável.  A viagem inteira a única coisa que Johanna pensava era em quanto ela estava com vontade de tomar a garrafa de whisky. Não costumava ter tanta fissura pela bebida, mas desde que não pudera mais beber, sua vontade só aumentava cada vez mais. A morena esfregou os olhos enquanto respirava fundo e saia do carro recusando o braço do garoto com certa delicadeza. – Só não fique todo irritadinho com Haymitch, porque eu to com dor, cansada e vou enfiar meu salto na cabeça dos dois. – Respirou fundo e sorriu convincentemente enquanto entrava na mansão e se dirigia ao cômodo em que sabia que encontraria Haymitch. – Papa! – Sorri enquanto se aproxima de Haymitch e se abaixa um pouco dando um beijo em cada bochecha do tio e falando baixo só para ele – Antes de tudo coloca a arma no cofre e jure não atirar em ninguém... Por mim? .



We <3 Queen Luh

avatar
Johanna N. Kauffman
Johanna

Johanna


Perfil Meio RPG
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Experiência:
0/500  (0/500)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: We have good news... Or bad news?

Mensagem por Gaspard B. Kauffman em Qui Abr 17, 2014 11:48 pm



Marriage and Babies
O garoto não contestou quando teve o braço recusado. Ele sabia como a mulher era e isso não era grande novidade. Ele precisou fechar os olhos e respirar fundo várias vezes, tentando realmente manter sua raiva sobre controle, o que estava um pouco complicado quando se pensava nas possíveis reações de Haymitch. Mas assim que Johanna mencionou o fato de estar com dor, ele se forçou a manter a cabeça calma e pegou a garrafa do banco de trás.

Deixou a expressão neutra e tentou pensar que aquela noite poderia ser realmente boa... Se todos cooperassem. Estralou o pescoço e observou uma Johanna sorridente beijar as bochechas do homem - que se encontrava em uma posição realmente intimidadora, cotovelos apoiados nos joelhos, dedos entrelaçados e uma expressão pensativa - e sussurrando algo para ele. Havia uma arma em cima da mesinha, próxima a poltrona onde ele se encontra sentado e certamente uma com ele. Ok, não havia mais volta e Gaspard não gostava da ideia de pensar que poderia levar outro tiro.

- "Boa noite, Haymitch. Trouce algo que acredito que seja do seu agrado." - Comenta com uma voz levemente animada e levanta a garrafa de whisky. - "Não costumo beber whisky, apesar de tudo. E desculpe ter ligado a essa hora da noite. Johanna me deu seu número particular." - Aproxima-se do homem e deixa a garrafa ao lado dele, fingindo não ter visto o revólver em cima da mesa. Deixa as mãos nos bolsos e encara a ambos.
@TPOTBR - Usando Isso
avatar
Gaspard B. Kauffman
Gaspard

Gaspard


Perfil Meio RPG
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Experiência:
0/500  (0/500)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: We have good news... Or bad news?

Mensagem por Haymitch L. Nikolaevna em Sex Abr 25, 2014 10:01 am

family duty honor
Mansão Nikolaevna
Assim que viu Johanna passar pela porta, Haymitch abriu um breve sorriso, recebendo os beijos da garota. Logo que a mesma começou a falar, sua expressão já voltou a ser a mesma de antes, calmo, sem sorriso, apenas um olhar sério, pensativo.

-Acabei de tirar do cofre... Não quero guardar agora. Só atiro quando tenho motivos. Espero não tê-los, Johanna. – Mal acabara de falar e logo a voz do garoto ecoou pela sala, dirigindo-se para Haymitch, que se manteve sem expressão alguma ante as palavras do garoto. Observou a garrafa, arqueando ambas as sobrancelhas, não era um whisky dos melhores, não aqueles que ele tinha –Obrigado, Kauffman. Não costumo gostar de ligações inesperadas. Vamos direto ao assunto. Já estão cientes sobre a minha opinião de casamento. Uma garrafa dessas de whisky não me compra. Nada me compra. –Disse, arqueando ambas as sobrancelhas no meio das palavras, alternando o olhar entre Johanna e Gaspard.
USANDO  ISSO - Template by @ACHOQTODORMINDO

avatar
Haymitch L. Nikolaevna
ADULT. Humanos

ADULT. Humanos


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: We have good news... Or bad news?

Mensagem por Johanna N. Kauffman em Sex Abr 25, 2014 11:40 pm


Papa Don't Preach
✖Usando:isso+ o casaco de pele

Um calafrio percorreu todo o corpo de Johanna, a frase de Haymitch ecoou pela mente da garota várias vezes “espero não tê-los.” Respirando fundo e voltando a sorrir a garota se afastou e sentou-se, com um pouco de dificuldade, ao lado do tio deixando uma mão no braço da poltrona do mesmo. Outro calafrio. Dessa vez apenas na espinha, Johanna tinha a sensação que estava suando a frio. Não costumava a ter medo do tio, mas naquele momento se preocupava pelo marido, por si mesma e pelos filhos. Filhos, a palavra brilhou na mente da caçadora como um pequeno lembrete do que estava por vir... Talvez pudesse usar isso a seu favor, Haymitch sempre fora maleável em certas questões... Mas casamento? Filhos? Ainda mais com alguém considerado inimigo?! Johanna tinha certeza que teria que usar muito mais que sorrisos e choros para conseguir deixar o tio um pouco mais familiar com a questão. Tire rápido como um band-aid. A voz de Joffrey soou na cabeça da garota a fazendo balançar a cabeça e respirar fundo. Vamos lá, Johanna, você consegue. – Haymitch... Você sabe que te amo e te respeito não é? Sabe que sempre lhe obedeci e abaixei a cabeça para cada ordem não é mesmo? Claro que sabe... Mas, às vezes é preciso fazer algo por si mesmo. – Péssima ideia! Ele sabe que fez algo de errado. Dessa vez quem a alertava era Elly, era como ter os dois irmãos ali lhe enchendo os ouvidos. – Eu e Gaspard... Nós nos casamos em Vegas. – Com um longo suspiro a garota colocou a aliança que estava no bolso e mostrou para o tio com cuidado – Agora, se acalma... Por favor, não faz nenhuma besteira...



We <3 Queen Luh

avatar
Johanna N. Kauffman
Johanna

Johanna


Perfil Meio RPG
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Experiência:
0/500  (0/500)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: We have good news... Or bad news?

Mensagem por Gaspard B. Kauffman em Sex Abr 25, 2014 11:57 pm



Marriage and Babies
Gaspard não conseguia mover um músculos pois estavam todos tencionados, alertas ao menor movimento. Sua respiração era lenta e longa. Os olhos se moviam lentamente de um para o outro. Gaspard estava com instintos de tigre mas em forma humana. O garoto precisou tencionar o maxilar para não dar uma resposta rápida com a fala de Haymitch.

Enquanto Johanna sentava ao lado do tio, Gaspard precisou lutar contra o instinto de ir ajuda-la. Mas se limitou a ajeitar os ombros, endireitando a postura e mantendo os olhos na mulher, enquanto estava falava receosa. O garoto se limitou a levantar a mão com a aliança e então voltou a deixa-la no bolso, onde cravava as unhas contra a palma da mão. Lutando contra o instinto de pegar Johanna e a levar de volta para casa.
@TPOTBR - Usando Isso
avatar
Gaspard B. Kauffman
Gaspard

Gaspard


Perfil Meio RPG
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Experiência:
0/500  (0/500)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: We have good news... Or bad news?

Mensagem por Haymitch L. Nikolaevna em Sab Abr 26, 2014 1:54 pm

family duty honor
Mansão Nikolaevna
O olhar de Haymitch parou no rosto de Johanna enquanto a mesma começava a falar, e quando a garota disse “Nos casamos em Vegas”, Hay voltou os olhos para Gaspard, fechando a cara e travando o maxilar, como se estivesse cerrando os dentes. Sua menininha estava casada, e o maldito garoto a sua frente não teve o mínimo de coragem para ele mesmo contar. Como poderia ousar daquele jeito? Além de se casar escondido, ir contra as ordens do homem, teve a cara de pau de se esconder atrás da mulher. Nos curtos segundos que Hay passou os olhos de cima a baixo no garoto, achou que finalmente aquela garrafa de whisky ia servir para algo, talvez abrir a garganta do pirralho.

Um minuto e vinte e três segundos de silêncio, ele contou. Respirou fundo, pegando a garrafa de whisky da mesinha, e analisando o liquido de dentro. Por mais que quisesse matar Gaspard, não ia fazer. Bateu levemente com o dedo indicador no vidro e logo voltou os olhos para Johanna.

-Não me dê ordens. Eu estou calmo, e estou assim porque quero. Tem mais alguma coisa que eu precise saber? Se não tem mais nada para me contar, vá ver sua irmã. E nada de ficar na escada ouvindo. Já ultrapassou a cota de desobediência. Eu e Kauffman vamos ter uma conversa, se ele ainda não perdeu a língua. Parece que se esconder atrás da minha filha é melhor do que enfrentar os problemas. – Volta a colocar a garrafa de whisky na mesinha e logo pega o celular, deixando no alto falante –Quero um carro pronto em vinte minutos. Galpão B. Trinta homens. Arrume alguns sedativos para animais de grande porte. Um tigre. – Volta a desligar o celular, observando Johanna e Gaspard –Não pretendo usar os sedativos, mas vou me precaver. E não se preocupe minha filha, não vou deixar você viúva. Ainda. – Volta seus olhos para a mesinha e pega o revólver, apertando o gatilho várias vezes, mas a arma apenas faz “clac, clac”. Descarregada –Não tem balas. Ela é só enfeite. - Sorri.
USANDO  ISSO - Template by @ACHOQTODORMINDO

avatar
Haymitch L. Nikolaevna
ADULT. Humanos

ADULT. Humanos


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: We have good news... Or bad news?

Mensagem por Johanna N. Kauffman em Sab Abr 26, 2014 2:22 pm


Papa Don't Preach
✖Usando:isso+ o casaco de pele

As mãos de Johanna tremiam. Um, dois, três... A garota ia contando mentalmente enquanto deixava os olhos cravados nem Haymitch evitando o máximo de contato visual com Gaspard.  Um minuto. Johanna fechou os olhos por um momento mantendo a calma enquanto batia as unhas no braço da poltrona. Oh, tem muito mais que precisa saber. O pensamento cruzou a mente da morena, mas a mesma apenas suspirou e tirou o casaco de pele deixando apenas o vestido visível. – Bom... Tem outra coisa também... Eu estou grávida... De gêmeos, há seis meses. – Uma risada nervosa escapou do fundo da garganta da herdeira – Agora, Elly! Eu vou subir e falar com Joffrey e ela... E. Por favor, não o mate. – A última frase saíra como um suplico, como uma oração de uma criança desesperada. Com um longo suspiro Johanna se levantou pegando o casaco e dando um beijo na bochecha do pai – Eu sinto muito, eu deveria ter lhe contado antes. – Com um sorriso triste a garota suspirou e olhou Gaspard – Eu te vejo mais tarde... Eu te amo. – Outro sorriso foi dado, dessa vez um de canto enquanto a garota subia as escadas parando quase no último degrau lutando contra o sentimento de que deveria sentar ali e escutar como fazia quando era pequena. Johanna mordeu o lábio e continuou subindo sentando no chão fora da vista para poder escutar a conversa do pai enquanto mandava mensagens para Elly.



We <3 Queen Luh

avatar
Johanna N. Kauffman
Johanna

Johanna


Perfil Meio RPG
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Experiência:
0/500  (0/500)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: We have good news... Or bad news?

Mensagem por Gaspard B. Kauffman em Sab Abr 26, 2014 3:18 pm



Marriage and Babies
Agora era oficial. Se Gaspard não morresse infartado nessa noite, ele nunca teria problemas do coração. Primeiramente não havia sido o olhar irritado de Haymitch e sim o silêncio que o seguiu, igual a uma calmaria antes da tempestade. O filho de Nyx se sentia em uma daqueles pesadelos infantis onde se vai para a escola só com as roupas de baixo e não se pode escapar, enquanto Haymitch o analisava. "Agora ele me mata com a garrafa que eu dei de presente. Que lindo modo de morrer." O dedo que batia no vidro parecia ter hipnotizado o garoto por breves segundos.

As ordens foram claras e Gaspard imaginava se Johanna iria obedece-las ou daria seu jeito de escutar, ele conhecia sua curiosidade. Os olhos do garoto desviaram da garrafa e foram para o telefone do loiro. Galpão, muitos homens, sedativos... Ou Gaspard ia participar de uma orgia gay ou ia ser lindamente torturado e então assassinado e não estava ansioso para que fosse alguma das opções. Por um momento o garoto achou que fosse desmaiar ao escutar o barulho da arma. Se ainda não havia morrido, provavelmente iria morrer conforme Johanna contava sobre Evan e Loshi.

O garoto suspirou quando ela se levantava. Gaspard sentiu como se um choque de coragem repentina tivesse passado por suas veias. Ele não pode conter o sorriso torto e a piscadela para a mulher. E estava rezando para não ser morto quando fechou os olhos e respirou fundo levanto da mão levemente.

- Calma. Não, não perdi a língua. - O garoto abriu os olhos e encarou Haymitch. - Estava apenas respeitando o desejo de sua filha. Ela pediu para que você soubesse as notícias por ela. Johanna imaginou que iria se sentir melhor assim, com ela te contando. Ela te ama muito e imagino que saiba muito bem disso. - Novamente o garoto respirou fundo e tirou as mãos dos bolsos passando a gesticular. - Não vou pedir que não fique com raiva nem nada, o senhor tem todo o direito de estar. Eu quero que escute meus argumentos e em troca eu farei o mesmo com todo o respeito. Estou ciente de que não gostou de saber as coisas assim, mas se me deixar mostrar meu lado talvez fique mais fácil. Podemos ter uma conversa assim? Quero ter o direito de deixar bem claro tudo o que penso.
@TPOTBR - Usando Isso
avatar
Gaspard B. Kauffman
Gaspard

Gaspard


Perfil Meio RPG
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Experiência:
0/500  (0/500)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: We have good news... Or bad news?

Mensagem por Haymitch L. Nikolaevna em Dom Abr 27, 2014 7:58 pm

family duty honor
Mansão Nikolaevna
O sorriso de irônico de Haymitch se fechou assim que ouviu a palavra “grávida”. Não bastava o casamento, agora uma gravidez, gêmeos. Ela era uma criança há pouco tempo, e agora grávida de um maldito garoto que não tem onde cair morto. Ele não deve ter nem quem o enterre! Haymitch gritava na própria cabeça, cerrando os dentes e mal ouvindo o que o outro a sua frente estava dizendo.

-Cala essa maldita boca! Você quer falar de respeito? Você é um moleque insolente! – Disse com voz alterada pela raiva, soando mais grave que de costume. Não que fosse um exagero, ela já estava casada, mas como para tudo tem jeito, menos para morte, Hay tinha esperanças de sua filha perceber a burrada que havia feito. Passou a mão esquerda no rosto, respirando fundo enquanto se levanta, segurando o revólver descarregado com a mão direita próximo ao peito –Sabe garoto, você é um completo idiota. Você se casa em Las Vegas, engravida sua mulher com menos de um ano casados e deixa ela conta para o próprio pai depois de SEIS MALDITOS MESES! – Berrou, arremessando o revólver na direção de Gaspard. Assim que vê que o garoto desviou, Haymitch se aproximou rapidamente do mesmo, travando o antebraço no pescoço do garoto enquanto o empurrava contra uma das colunas da sala. Enforcando o semideus.

-Eu preciso dar uma lição em Johanna. Nem ela e muito menos você, um maldito ninguém, deveria ter me desobedecido. E o pior, ter escondido uma gravidez por seis meses. – Voltou a soltar Gaspard, se virando para a escada –Eu sei muito bem que você está aí, Johanna. Como você fala por ele, tem um minuto para me convencer de não ir marcar essa maldito com uma barra de ferro quente. Estou sendo paciente, eu deveria trancar você nessa casa, levar esse infeliz para um dos meus galpões e remodelar a cara dele. Já tenho tudo preparado. Vou te avisar apenas isso... O que ele sofrer, o castigo é todo seu. Tudo que ele sentir, a culpa é sua.
USANDO  ISSO - Template by @ACHOQTODORMINDO

avatar
Haymitch L. Nikolaevna
ADULT. Humanos

ADULT. Humanos


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: We have good news... Or bad news?

Mensagem por Johanna N. Kauffman em Dom Abr 27, 2014 8:35 pm


Papa Don't Preach
✖Usando:isso+ o casaco de pele

A fala de Haymitch fez Johanna se endireitar e apertar os olhos controlando-se para não chorar. Nunca tinha ouvido Haymitch tão nervoso e o pior é que não podia fazer nada. O que diabos faria? Antes, poderia ter defendido Gaspard sem nenhum problema, mas suas mãos tremiam mais que qualquer coisa e agora a menina tinha certeza de que estava realmente suando a frio. A morena respirou fundo ao ouvir o pai, se apoiou na escada e desceu a mesma com uma expressão fechada. Johanna parou no último degrau e olhou o pai com certo desdém, coisa que nunca havia feito em sua vida. A voz embargada denunciava os nervos à flor da pele assim como o descontrole emocional por parte da herdeira – Porque está fazendo isso? – A garota disse em um tom de voz baixo. As lágrimas começavam a escorrer fazendo-a fungar e limpá-las com raiva – Porque não pode ver que uma vez na minha vida eu estou realmente feliz?! Porque não pode me apoiar na maior decisão que eu já fiz?! Eu não sou Monick, Haymitch! Eu não vou enlouquecer e tentar matar meus filhos! Eu não vou acabar como ela entendeu? – Aos poucos Johanna começava a chorar cada vez deixando sua voz sair alta e raivosa – Você quer falar sobre me impedir de fazer burradas?! Aonde você tava enquanto eu dormia com o primeiro que me dissesse oi?! Onde você estava quando eu bebia até não lembrar mais meu nome e acordava nua na cama de estranhos?! Onde você estava quando Caos me arrastou para aquele acampamento?! E não me faça começar a falar sobre Joffrey! Você sequer sabe quem é ele?! Ele também precisava de você! Ele era só uma criança e você nunca sequer deu atenção ao garoto! – Johanna correu para os braços de Gaspard escondendo o rosto na camiseta do garoto enquanto chorava mais e mais – Eu não sou uma criança! Eu não preciso da sua permissão para casar ou para dormir com meu marido! Eu nem precisava te contar! Eu podia ter tido meus filhos longe daqui e nunca mais te ver...Eu não sou uma garotinha mimada Haymitch, por mais que queira isso...Eu não sou. – A garota olhou o pai ainda chorando descontroladamente – Você está estragando tudo. É minha vida! E você ta arruinando! - Johanna voltou a esconder o rosto na camiseta de Gaspard apertando o garoto.



We <3 Queen Luh

avatar
Johanna N. Kauffman
Johanna

Johanna


Perfil Meio RPG
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Experiência:
0/500  (0/500)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: We have good news... Or bad news?

Mensagem por Joffrey L. Nikolaevna em Seg Abr 28, 2014 3:30 pm


Next time you point a finger i might have to bend it back...
...or break it off


Mais um dia havia sido jogado em festa. Joffrey tinha o costume de mal gastar o tempo em troca de sentimentos que a sobriedade e seriedade não lhe proporcionavam. E agora, ali estava ele, tentando lembrar se realmente estava chegando a casa ou se seu motorista havia o enganado. Entornando os olhos, simplesmente não conseguiu se importar. Em sua mente, a única coisa que havia era a euforia da festa na qual estivera antes. Risadas, música e amor livre. Tudo o que ele admirava, buscava e adicionava a própria vida para desviar sua concentração daquilo que o rodeava.

Quando adquirira a certeza de que aquela era sua casa, apenas dera de ombros e fechara os olhos, tendo esperança de que sua mente abandonasse os unicórnios e arco-íris que a preenchiam por concreto. Contudo, terminara por cochilar, precatando-se disso minutos mais tarde quando acordara com um sobressalto. Respirando fundo, saíra do carro ao frio exterior tal e como estava, com a camisa rasgada, vários colares de contas e plumas ao redor do pescoço, anteninhas fosforescentes adornando os cabelos rebeldes, o rosto marcado de várias cores de batom e aferrando-se com tanto afinco à uma garrafa de tequila que a mesma parecia aderida a palma de sua mão.

Cambaleante, dirigira-se até a entrada principal da casa, sendo surpreendente o fato de não ter caído. Tateando de modo estúpido e desleixado, buscara a maçaneta da porta frontal enquanto cantarolava a música “We Can’t Stop”, que não saia de sua mente. Quando por fim sua mão sentira o ferro que permitia-lhe entrar em seu lar, soltara um suspiro e fizera acoplo de todas as suas forças para girá-lo e conseguir a porta. Sem perceber, havia começado a cantar a plenos pulmões, sem importar-se com os demais.
Já dentro da casa, entornara os olhos procurando focar sua visão na cena a sua frente. Tinha quase certeza que ali presentes estavam um Haymitch muito irado, um Gaspard temeroso e uma Johanna lacrimejante. Ao ver esta última, esfregara os olhos apenas para ter certeza do que via. Jamais havia presenciado as lágrimas de Johanna antes e, apesar da situação provocar-lhe certo gosto, também o deixava intrigado e inclusive com certa raiva. Apesar da irmã ser irritante e por muitas vezes ter tentado feri-lo ou inclusive acabar com sua vida, Joffrey se incomodava ao extremo quando algo a chateava. Ele considerava a si mesmo o único ser da terra a quem era permitida a tarefa de irritar e atormentar Johanna. Contudo, ainda não tinha certeza do que via, acreditando que podia ser algum tipo de alucinação. Respirando fundo, escorara-se em uma das paredes e esforçando-se por permanecer em pé e acordado, olhara diretamente para cada um deles, pausando em cada ser por alguns segundos apenas para abrir um sorrisinho prepotente, confuso e afetado.

-HEEEEEEY GASPARD! COMO VAI A VIDA? TUDO ESTÁ CORRENDO BEM?_Questionara com a voz embargada pelo álcool, sem pensar muito no que dizia._Por que está todo mundo aqui? Tinha jantar em família e ninguém me avisou? Já estou acostumado. Haymitch nunca avisa! Mas isso não fere meus sentimentos. Acho que vou lá fora dormir na casinha do cachorro, já me acostumei!_Diz gargalhando sem discernir exatamente o que ocorria. Abrindo os olhos de par em par, tosse e logo ri._VAMOS CANTAR PARABÉNS! EU ME ESQUECI DO ANIVERSÁRIO! PARABÉÉÉÉÉNS PRA VOOOOCÊÊÊÊÊ!_Grita a plenos pulmões e logo respira fundo novamente, fechando os olhos._Acho que fui atropelado por um caminhão..._Murmura então, deixando-se escorregar pela parede até ficar sentado no chão._


Treta básica | Sangue vai escorrer | Socorro | Sou inocente




avatar
Joffrey L. Nikolaevna
Filho Chaos

Filho Chaos


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: We have good news... Or bad news?

Mensagem por Gaspard B. Kauffman em Seg Abr 28, 2014 7:09 pm



Marriage and Babies
Claro que Haymitch começara a gritar como um louco. Isso não deveria surpreender o garoto, muito menos a arma dourada que passava perto de seu rosto - que graças a Nyx seus reflexos o fizeram desviar o tronco para o lado - e então batendo contra a parede. Gaspard estava um tanto chocado com não ser um tiro e sim a arma toda ter voado em sua direção que esqueceu de prestar atenção no loiro que avançava contra ele e com um movimento rápido o prendia contra a parede, enforcando-o com o antebraço. O filho de Nyx já havia perdido a conta de quantas vezes algum brutamonte fazia isso com ele quando arrumava alguma briga de bar, e agradeceu pelas diversas experiências. O garoto havia travado a respiração e tentava manter o corpo apoiado na ponta dos pés para que o aperto fosse um pouco menor.

O ar travado já começava a fazer os pulmões de Gaspard arderem de forma descomunal enquanto Haymitch despejava coisas sobre como ele havia supostamente agido errado e tudo mais. Coisas que ele nem prestava atenção enquanto tentava não ser asfixiado. O garoto se manteve ereto e respirou fundo quatro vezes depois que o homem o soltará e ia chamar Johanna. De olhos fechados, Gaspard apertava as unhas contra as palmas das mãos tentando com toda sua concentração não responder aos berros do homem e muito menos a vontade que tinha de ataca-lo.

Foi à voz de choro de sua mulher que o fez abrir os olhos e a encarar enquanto despejava sua raiva contra o tio. Se o Gaspard já estava com raiva antes, agora ele estava quase perdendo o controle e sentindo as dores da transformação quando Johanna correu até ele e o abraçou com força. Tudo o que ele fez foi abraçar a cintura dela e a puxar para mais perto de modo protetor enquanto sentia as lágrimas dela molharem sua camiseta. Ele fechou os olhos e respirou fundo, sussurrando na orelha da morena com a voz rouca e baixa para que somente ela escutasse: "Eu te amo, agora respire fundo... Pense na Loshi e no Evan. Eu te amo, ok? Ninguém vai me tirar de você, agora respire fundo e tente ficar calma..." O garoto abriu os olhos e encarou diretamente Haymitch, antes de começar a falar com a voz calma e baixa por causa de Johanna.

- Senhor, eu entendo que não tenha tido a mínima vontade de me conhecer antes de me julgar por eu ser um Kauffman. Eu realmente entendo isso. Mas não vou falar de como seu pai explodiu a padaria onde meu pai, mãe e irmãos estavam e nem do quanto eu me ferrei na vida por causa disso. O interessante é que eu perdoei isso. – Ele limpa a garganta e não desvia em momento algum os olhos do homem. – Já que o senhor não teve tempo pra se interessar pelo cara que sua filha namorava, pois é um homem ocupado, vou lhe contar um pouco sobre minha vida. Eu era um garoto largado na vida, não queria nada com nada e estava sempre em brigas e outras confusões. Até eu ir para os caçadores e conhecer a Johanna.

Por um momento ele parou para buscar fôlego e passou a acariciar as costas da mulher, ainda esperando que a mesma se acalmasse.

- Depois que conheci Johanna, não tive como não me encantar por ela. Afinal que não se encanta por ela? E foi então que eu tomei uma decisão muito importante, a primeira desde que minha família morreu. Eu voltei a estudar, me dediquei realmente a algo que eu amava. A gastronomia. Imagino que o senhor conheça a escola Cordon Bleu, certo? É uma escola incrivelmente famosa, que ganhou milhares de prêmios e por isso se tornou renome mundial. Olhe que interessante Gaspard Kauffman se formou como o melhor da turma! Batendo um recorde dentro da própria escola. Mas não foi por menos, eu virava praticamente três dias estudando direto. Eu tinha apenas dois objetivos naquele momento: Criar meu restaurante e provar pra todos que eu era mais do que merecido para Johanna Nikolaevna. Depois que eu me formei, continuei tendo pouca noção de administração então fiz um curso técnico e novamente me formei como o melhor. Em menos de um ano eu estava com meu restaurante pronto. Dom Apetite, estou certo de que já tenha escutado esse nome caso o senhor veja um pouco de televisão ou escute rádio. Pois então, ele fez tanto sucesso por ser um dos únicos restaurantes que providenciavam comida de todos os cantos do mundo que precisei expandir para uma quadra inteira, algo muito incomum para um restaurante com menos de um ano.

Agora Gaspard havia começado a sentir o clima ficando um pouco tenso na sala, mas isso não o impediu de beijar o topo da cabeça de Johanna e retomar sua narrativa sem alterar o tom de voz ou desviar os olhos dos de Haymitch.

- Junto do sucesso veio a necessidade do dinheiro, como sempre acontece. Dois meses se passaram e então eu estava como sócio de Joshuard Deuphin e Francis Swan, um renomado investidor e outro igualmente renomado publicitário. A segunda maior decisão, não desculpe, a maior decisão da minha vida foi entregar todo meu coração e alma para sua filha. E senhor, eu não a forcei a casar comigo. Foi ela que aceitou e eu que dei a ideia de apressar as cosias e escolher Las Vegas. Mas assumo total responsabilidade em ter escondido não só do senhor como de muitos a gravidez, pois ela era e ainda é de alto risco. Peço desculpas por termos demorado a lhe contar. Sinceras desculpas, senhor.

Assim que Gaspard terminou seu relato, virou o rosto ao escutar uma voz berrando alguma música que o garoto conhecia, mas não podia identificar. Segundos depois um moreno de cabelos cacheados com camisa rasgada, vários colares de plumas ao redor do pescoço, anteninhas fosflorescentes, rosto cheio de marcas de batom, uma garrafa de tequila na mão se fez presente encostado numa pilastra encarando cada um deles. Gaspard suspirou ao reconhecer Joffrey depois de certo esforço. O garoto levantou uma sobrancelha e balançou a cabeça. Depois de tudo que havia dito se sentia mais leve, por assim dizer então não foi grosso com o irmão da mulher e sim muito educado ao cumprimenta-lo.

- Hey Joffrey.

Certamente o moreno estava bêbado, não precisaria ser um gênio para notar tal fato e por isso o filho de Nyx o ignorou enquanto captava palavras soltas, como: algo sobre jantar em família, sentimentos, casinha do cachorro e... Uma canção de parabéns? Antes de murmurar algo e cair sentado no chão.
@TPOTBR - Usando Isso
avatar
Gaspard B. Kauffman
Gaspard

Gaspard


Perfil Meio RPG
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Experiência:
0/500  (0/500)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: We have good news... Or bad news?

Mensagem por Haymitch L. Nikolaevna em Qua Maio 07, 2014 9:34 pm

family duty honor
Mansão Nikolaevna
O choro da filha sempre fora um dos pontos mais fracos de Haymitch. Mas a raiva estava cegando o homem. Não queria aceitar de nenhuma maneira que aquele garoto fosse o marido dela. Não era algo que ele havia planejado para sua pequena. Agora duas crianças inocentes com dois irresponsáveis. Já não bastava o maldito casamento.

Tentando controlar sua raiva, e completamente transtornado, Haymitch mal prestou atenção nas palavras do garoto Kauffman. Observou a filha, e logo partiu para perto da mesma, segurando nos ombros dela e com um mínimo de carinho, puxou ela para perto de si, em um abraço. Suspirou, antes de começar, olhando de relance para o garoto e depois para ela:

-Johanna... Eu sempre vou odiar o fato de você ter casado e engravidado desse maldito. Mas eu aceito... Estou fazendo um grande esforço, minha filha... É só por você e por esses bebês. –Disse mantendo o controle da voz. Com um suspiro, voltou a se afastar da garota, encarando o semideus de Nyx –Você é um grande maldito, que merecia uma bela surra de cinco dias. Mas, por minha filha, eu não vou fazer...-Antes que pudesse terminar, fora interrompido pela porta sendo escancarada. Joffrey.

Já não era decepção demais por um dia, Joffrey aparece bêbado, como sempre. Os berros do sobrinho só fizeram Haymitch achar que definitivamente, a ideia de deixar o garoto na liderança dos negócios quando fosse se aposentar, era a pior ideia de todos os tempos.

-Eu vou me retirar... Johanna, antes de sair, dê um banho nesse imprestável. Em breve irei visita-la. Já sabe que quero meus netos aqui. Adeus... –Com isso, pegou a garrafa de whisky que o Kauffman trouxe, e subiu as escadas, indo para seu quarto.
USANDO  ISSO - Template by @ACHOQTODORMINDO

avatar
Haymitch L. Nikolaevna
ADULT. Humanos

ADULT. Humanos


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: We have good news... Or bad news?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum